terça-feira, abril 12, 2005

Não tive hipóteses...


Ó Gabriel já viste o concurso de fio dental para homem na Cama de Casal? Com cada cuzinho... Ainda bem que ganhou o meu cu favorito (hahahah o meu cu favorito, onde é que isto já se leu!).
Por falar em cus. Sabes, troquei tantas sms com o meu Ex que comecei mesmo a gostar da idéia do ménage à trois e 6a-feira lá estava caídinha ao pé dele com vontade de conhecer pessoalmente o tal amigo: um gajo alto, com uns cabelos loirinhos escuros, olhos azuis (o típico alemão e o contrário do meu Ex: português, olhos castanhos escuros e cabelo castanho, embora também alto). Engracei logo com ele e ele comigo e este engraçar não demorou muito graças a Deus, pois o meu ex não tirava as mãos de mim e roubava-me a concentração toda. Entrei com eles no carro do tal amigo e fomos para fora de Munique para procurar um lugar abandonado (ver mapa, bolinha vermelha, mesmo a propósito).
Já pelo caminho eu perdi a orientação com o meu Ex. Sentia suas mãos dentro das minhas calças e a massajar as minhas mamas. Ao beijar-me, roubava-me a respiração. O coitado do amigo ia a conduzir e não sabia se havia de olhar para nós ou para a estrada.
Lá parámos o carro, sentámo-nos no banco de trás: eu com a minha cabeça no colo do amigo e o meu Ex entre as minhas pernas (das minhas calças e cuecas nem rasto) a tratar dela.
Gabriel, não fiques assim tão chocado. Eu estava a arder, não aguentava mais e tu sabes que adoro quando o meu Ex me lambe.
Gemia, agarrava na cabeça do meu Ex e puxava-a mais para mim e durante isto tudo olhava para cima onde uns olhos azuis me fitavam e eu via neles a loucura. Adorei e não me saíem da cabeça. Senti uma grande afinidade com o amigo do meu Ex, mas não tive a coragem de lhe tirar o seu tesão (eu bem o sentia debaixo da minha cabeça para além do coração acelerado) para fora. Assim quando me vim e para não gritar de prazer, num acto espontâneo peguei na mão do amigo e mordi-a. Infelizmente não tivemos tempo para mais.
As smss continuam e não vemos a hora de nos dar prazer a triplicar. Demos o primeiro passo e eu agora só quero uma coisa: ir em frente. E sabes o que me faz rir, Gabriel? Dois dias depois ainda lá estavam as marcas dos meus dentes.

4 comentários:

MrRipley disse...

Fico a espera de resto da historia..Bjs

gonzoc disse...

Nysa, força nisso e inspiraçao! agora que nos deixaste com água na boca e ferradas na mao do alamao loirinho escuro!!!
para quando a continuacao?
beiju
g;)

Nysa disse...

mrripley... eu tb fico à espera :D beijao

Nysa disse...

gonzoc benvindo ao meu estabelecimento :D vamos lá ver como é k o resto da história vai correr ;-)