terça-feira, março 22, 2005

Neste Silêncio....


Neste silêncio...
Olhando nos meus, teus olhos gritavam:
diz, diz que me amas, diz da paixão
que sentes por mim...

Tremendo em silêncio, teus lábios diziam:
beija-me, deixa-me beber teu amor,
passear no teu corpo, fazer-te gozar...

Teus seios erectos, ansiando diziam:
somos teus, para sempre,
suga-nos e bebe nosso sumo de amor!

E à noite, teu corpo tremendo, pedia:
vem e toma-me, guarda-te e morre
dentro de mim!

Teu sexo húmido, ansiando, chorava:
vem, prometo-te prazeres sem fim,
vem meu amor e renasce em mim!

E eu, surdo da vida e surdo do amor,
não ouvia os teus gritos teu desejo por mim...

E quando o tédio infame, afinal tomou conta
e o descaso doído nos fez companhia,
afinal nossa hora chegou...

E sem gritos nem choros,
sem amor e sem ódios,
sem eu o saber,
levastes minha vida.

E hoje, no imenso vazio,
de um silêncio sem fim,
eu ouço teus gritos
que antes não ouvia...
<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->
Artur Ferreira
<!--[endif]-->

11 comentários:

a sombra disse...

Gosto do potencial da gaja ( mamas ) mas que mamas, reparem como elas arrebitam.

a sombra disse...

Ora bem carissimos irmãos e irmãs, pecadores e pecadoras ,,


Confesso, para mim dispenso apresentações, formalidades e conversas filosóficas ... quem quer ternura e romantismo pode passar de lado e fingir que não leu.

Gaija boa na cama é aquela que quando me apanha na dita, ou noutro lugar qualquer ( que eu não me faço de esquisito ), não dá descanso enquanto não me deixar de rastos ... é aquela que me deixa na dúvida se já fez filmes pornográficos, se entrou em orgias, que me quer satisfazer mais do que qualquer outra, e que me deixa satisfazê-la de todas as maneiras de que me lembrar.

Boa na cama é a que me faz um broche tão bem feito que fico na dúvida se não o meti na cona ou no cú.. E que não diz que tem um pêlo na boca, ou que se engasgou, o que só mostra inexperiência, que Deus ou o Diabo nos livrem destas noviças.


Boa na cama é a que não espera que lhe peça para me montar como uma amazona selvagem, é aquela que não tem medo de ficar com o cúzinho mais largo, é a que não se admira por estar a masturbá-la à cinco minutos, porque estava à espera que já me tivésse vindo. É a que tem sempre mais energia, mesmo se teve quatro orgasmos, é a que não me faz desistir quando vejo que as mamas dela são descaídas.

Gaija boa na cama gosta que lhe enfie a lingua toda na rata, ao mesmo tempo que meto os dedos no cú, não fica expecada a gozar e sabe onde ter as mãos e meter os dedos.

Boa na cama é aquela que esfrego com os fluidos vaginais, que não tem vontade de vomitar com as secreções do pénis quando está na boca ...

As gaijas boas na cama não dizem “ vamos dar uma queca “ dizem “fode-me”, chamam-me cabrão e outras ordinarices, e não ficam chocadas e com ar de caracol ao sol se as chamo de minha puta.Boas na cama são as que gemem e mexem-se vertiginosamente quando têm um orgasmo, e que sabem que principe encantado só existe um, e está na cama da Bela Adormecida, por isso não me dizem que foi muito bom, eu sei que foi !

Boa na cama é a que me dá prazer em acariciar toda depois do sexo, em levá-la para a banheira e tomarmos banho juntos, e que me desafia para uma rapidinha mesmo depois de uma maratona de sexo. Mas esta deve ser mais é boa na banheira ...

Por isso já sabem minhas caras amigas, sejam boas na cama que nós agradecemos

Nysa disse...

a sombra foi a pensar em ti que escolhi a foto ;-) e xiiiiiiiiii o teu segundo comentário merece ser postado... vou pensar no assunto ;-)

a sombra disse...

Ehehehe obrigado obrigado...


Um bem haja

a sombra disse...

Te amo
A lembrança é concreta
Teu hálito roça-me a face
O desejo afasta o ridículo
No suor o visco do esperma
Na boca o gosto
do falo
Indecentes
Tuas mãos
Tateiam meu corpo
o orgasmo varre
valores, pecados
Amo-te

a sombra disse...

"Ice-Dream"
Teus lábios... framboesa.
Meu sorvete... chocolate.
Você chupa...
A gente se aquece, se funde...
O gelo derrete...
Você amolece,
Eu me enrijeço.

Teus lábios... morango.
Minha cobertura... caramelo.
Arfando... gemendo,
Meu creme transborda,
Em jorros de emoção,
Prazer... e alimento.

a sombra disse...

De costas
deitada
e entreaberta
fantasia a fluir
dedo no grelo
e lábios a bulir.

Até...

Suco produzir

depois...

Dedo na boca introduzir
para o sabor sentir
bem...
Que gosto o suco tem?
Suco
de fruta do além.

a sombra disse...

vem.
olha-me
fala-me
toca-me
lambe-me
consome tudo,
tudo o que há em
mim para consumir.

no fim sem fim
resta sempre
mais e mais.
de mim.

Nysa disse...

ai sombrinha... estás mto poético hahahhaha

a sombra disse...

Orgasmo
Olho os teus seios
e desejo
Olho tua boca,
que procura
A carne de um beijo
Tremo de tanto desejo
Quase em pensamentos proibidos
Tua boca já não vejo
Procura o meu sexo
Esqueço meus sentidos
Tua língua deleita
Um sabor sem sentido
Enquanto minha língua,
enjeita
A procura em minha boca
De um mamilo ferido
Gemes em silencio
Como num prazer só teu
Ofegante me vou
Excitando em teu corpo,
que é meu
Não quero me vir
Sem minhas forças esgotar
Não quero partir
Sem te ver vir
Sem te ver dentro de mim chegar
Não consigo mais aguentar
O meu corpo fervilha
de prazer
Sinto dentro de ti,
Meu sémen jorrar
Enquanto em convulsões,
Me deixas teus gritos ouvir
E não me queres largar
Cria-se o silencio
De ver o prazer carnal partir
Mas voltas para me dar,
um prazer imenso
De olhar para ti
e ver-te outra vez sorrir.

a sombra disse...

Não me canso de repetir... bom par de mamas tem a gaja